quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Resenha - O Pequeno Príncipe

Sei que é tarde para a resenha desse filme, mas hoje assisti ao filme "O Pequeno Príncipe", a versão criada por Mark Osborne e que estreou em 20 de agosto de 2015.

Sempre quis ler o livro, mas infelizmente não fiz isso ainda. Quando soube da estréia do filme, fiquei animada para ver, mas confesso que a estréia passou, o filme saiu de cartaz e só me lembrei dele hoje.
Uma frase do filme me fez pensar porque eu demorei tanto para assistir: " O problema não é crescer, é esquecer", e realmente quando nos tornamos adultos com todas as responsabilidades, problemas e blá blá, começamos a esquecer muitas coisas que falávamos para nós mesmos que não iríamos esquecer.

O filme me surpreendeu muito, me CATIVOU, me fez pensar, me fez sorrir, chorar. O melhor filme de animação que já assisti.

O aviador é um senhor calmo, engraçado, meio irresponsável, mas que nunca esqueceu de como é bom acreditar. Gostei tanto dele que queria ter ele como avô. E não havia ator melhor para dublar ele em português do que Marcos Caruso, a voz dele ficou sensacional para o personagem.
A menina era centrada e organizada, um espelho da mãe, mas ao encontrar o aviador passou a descobrir o que era ser criança e sonhar. Foi dublada pela Larissa Manoela.
Gente, e o que é aquela raposinha de pelúcia dela?!? Ainda mais no final quando ela ganha "vida", apaixonei, quero uma... alguém sabe onde compro???

É um filme que quero que um dia meus filhos assistam.


Gostei tanto do filme que resolvi ler o livro, e encontrei um site para baixar em PDF.

Recomendo muito que assistam ao filme, mesmo sem nunca ter lido o livro - como eu - vocês ficarão CATIVADOS, mas leiam o livro também, ler é maravilhoso!

Uma frase bem conhecido do livro me abriu os olhos para muita coisa:
" Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

Já escutei essa frase várias vezes, mas ouvi-lá no filme me fez ver coisas que eu não via antes, mas falamos sobre isso em outro post.

PS: ah, vendo o filme vão entender porque usei as palavras cativou e cativados em caixa alta. Suspense para vocês verem o filme, haha.

Assim que assistirem, por favor, me contem o que acharam. Vou adorar ler o que sentiram!
Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário