terça-feira, 1 de setembro de 2015

Sem neura

Aproveitando que Miley Cyrus está bombando com sua maluquice resolvi fazer um post mostrando um pouquinho do estilo dela. Mas confesso que fiquei sem saber por onde começar, e por onde terminar porque afinal de contas Miley já passou por tantas fases em sua vida e em seu estilo que tudo o que se acha na internet acaba te confundindo um pouco, e depois de analisar tudo o que pesquisei acabei entendendo um pouco mais sobre ela. 

Sempre achei que ela só queria aparecer mais que as outras pessoas, tentando mudar o estilo e suas atitudes a toda hora, mas depois  cheguei a conclusão de que isso tudo é ELA. As roupas, maquiagem e atitudes são típicas de uma pessoa que quer se libertar do chamado ''certo e  errado'',  do que pode ou não ser feito, de qual maneira nós temos de nos portar em determinada situação ou lugar.
E isso acabou me fazendo  refletir nas minhas ações, atitudes e devaneios. Mas não só nas minhas não, nas pessoas ao meu redor também e nas pessoas que só passam por mim na rua, em você leitor e em todo o mundo.Porque afinal de contas quem ditas as regras somos nós, quem resolve o que vai vestir, o que vai falar, ou como vai agir somos nós.

A uns dias atrás vi uma menina no centro da cidade que aparentava ter seus 15,16 anos de idade e estava ''á cima do peso'', ela estava vestida toda de preto em um calor de rachar mamona. Estava com uma calça jeans preta, camisa preta, e sapatilha nude, os cabelos estavam soltos e lisos, mas dava para ver que eles não eram lisos, eles deviam ser enrolados, talvez até crespos. 
Mas porque eu acabei reparando nela em meio a tanta gente? 
Em menos de 2 minutos que ela parou para ver algo em uma loja eu comecei a pensar o porque dessa menina estar toda de preto e de calças quando todas as outras meninas estavam de roupas coloridas, e de shorts ou saias. E foi aí que me passou pela cabeça de que talvez, só talvez, ela estivesse assim porque alguém falou ou ela viu em algum lugar que o preto emagrece, que as ''gordinhas'' não devem usar estampas listradas na horizontal ou qualquer tipo de estampa porque com certeza isso faria seus quilinho á mais aparecerem, então ela aboliu de seu guarda roupa todas as roupas coloridas e só deixou as pretas e brancas. E que fez chapinha porque todo mundo usa cabelo liso e é ''muito mais bonito''.

É claro que isso é uma hipótese da minha mente maluca que gosta de inventar histórias para ela mesma, a menina podia simplesmente ter usado essa roupa preta pelo simples fato de querer usar uma roupa preta, ou porque ela trabalhava em um lugar em que o uniforme deveria ser preto. 
Mas e se não for isso? E se ela escolheu essa roupa porque queria parecer mais magra? 
Você não acha isso meio assustador? Chegar ao ponto em que uma pessoa deixará de vestir ou fazer algo porque outras pessoas acham que não ''lhe cai bem''? 
Não estou dizendo que fazer chapinha porque cabelos lisos estão na moda é errado, ou que tentar parecer mais magra seja ridículo, pelo contrário, é até legal, mas só se isso vem de você, se você se sente bem em fazer isso ou aquilo, e não porque alguém te disse e você quer se encaixar em algum lugar. O ridículo é quem impõe sua opinião á alguém.

Toda pessoa tem um chamado alarde, a nossa consciência, que no final nos dita o que vamos fazer e como seremos. E se pararmos para pensar que todos temos a consciência porque é que nos deixamos ser guiados por uma ditadura chamada padrão na nossa atual sociedade? Porque é que concordamos com tudo o que nos é imposto goela abaixo, quando temos a consciência de que cada um é cada um , e que temos nossa diferenças, nossas qualidades e defeitos?
Porque??

...







PS: O post sobre o estilo da Miley vai sair em breve, é que achei que isso não era mais importante do que nos libertarmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário